Letra – Cônego João Leite
Música – Maestro José Ramos

Num crescendo de brilho sem par
Dardejando ao sol do saber
Alagoas vestuta vem dar
A nós outros seus leitos rever

Viverás Marechal Deodoro
Os teus filhos refeitos de glórias
Harpejando teu canto sonoro
Ficarás perenal na história

Da cultura qual berço farol
Tradições imortais apregoas
E nas terras cobertas de sol
Tu ostentas canais e lagoas

A Manguaba cultiva poesia
Todo um quadro ao longo emoldura
Debruçada o coqueiro irradia
Avivando o estendal da natureza

Quando a linda da fé assim quis
E nas pregas do ser vem surgir
O teu povo com alma feliz
Forja rico e bonito porvir