24 de janeiro de 2020

Matrícula para nova Escola de Ensino Médio Integral na Massagueira é prorrogada até a próxima sexta-feira (31)

O novo equipamento vai beneficiar os moradores dos canais e combater a evasão escolar na região.

Texto: Antônio Carlos Souto | Fotos: Secom/AL

Thiago Henrique

As matrículas para estudar na nova Escola de Ensino Médio Integral na Massagueira, parceria do Governo de Alagoas e Prefeitura de Marechal Deodoro, foram prorrogadas até a próxima sexta-feira (31). O novo equipamento vai beneficiar os moradores dos canais e combater a evasão escolar na região.

Para fazer a matrícula, os pais ou responsáveis devem comparecer na nova unidade portando RG e CPF (original e cópia), no caso de candidato(a) menor de 18 anos; certidão de nascimento (original e cópia); comprovante de residência (original e cópia); histórico escolar (original e cópia) ou declaração de conclusão/transferência (original e cópia) da última unidade de ensino em que estudou, emitida num prazo máximo de 30 (trinta) dias.

Além disso, caso o candidato a vaga seja beneficiário, também é solicitado o cartão do Programa Bolsa Família com o

Valdir Rocha

número do NIS (original e cópia), além de três fotos 3×4. Também é necessário apresentar a cópia do RG e CPF do responsável pelo estudante, caso ele seja menor de idade.

A ESCOLA

A nova escola foi construída após uma solicitação do prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, ao governador de Alagoas, Renan Filho, tendo em vista a evasão escolar na região dos canais, já que as únicas duas escolas estaduais do município estão localizadas na região central do município.

O terreno foi comprado pelo município de Marechal Deodoro e a obra financiada pelo Governo do Estado. A unidade escolar irá beneficiar estudantes dos Povoados Massagueira, Barra Nova, Ilha de Santa Rita e Francês.

O novo equipamento tem capacidade para atender 1,2 mil alunos nos três turnos. Além disso, conta com 12 salas de aula, laboratórios, pátio com cobertura, unidades administrativas e um ginásio poliesportivo. As obras estão avaliadas em mais de 3 milhões de reais em recursos do Estado.

Além do avanço educacional, a construção da escola gerou emprego e renda para os deodorenses. Em todas suas fases de construção, a obra beneficiou, diretamente, mais de 30 deodorenses em contratações.