11 de junho de 2019

Prefeito Cacau entrega permissões para novos taxistas

No total, foram entregues 30 concessões aos profissionais que antes circulavam irregularmente

Texto: Sthefane Ferreira / Fotos: Wellington Alves

O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau entregou, na noite dessa segunda-feira (10), 30 novas concessões para taxistas do Centro Histórico e dos canais. Antes, os motoristas circulavam de forma irregular podendo ser presos ou ter o carro apreendido.

No total foram entregues 30 novas concessões, sendo 20 para taxistas que circulam entre o Centro Histórico e Francês e 10 para os motoristas que fazem a região dos canais. Antes, circulando de forma irregular no município, o novos taxistas corriam riscos, como ter o carro apreendido ou ser preso. A partir de agora, os taxistas poderão circular tranquilos, regularizados e com as novas concessões.

Emocionado, o taxista José Abraão contou sobre sua trajetória até conseguir a concessão. De acordo com ele, foram muitos anos de luta, mas que agora poderá realizar seu trabalho com tranquilidade.

“Foram anos de luta, mas entrou um prefeito para mudar a nossa história, e eu só tenho a agradecer ao prefeito Cacau. Quero dizer aos meus companheiros que agora vocês estão ganhando o pão de cada dia, estão dando uma vida melhor a família, e isso é por causa de Deus e do prefeito Cacau”, afirmou.

O prefeito Cacau falou da felicidade de entregar as outorgas e firmou o compromisso com os taxistas.

“Antes vocês dirigiam com medo de perder o carro, era se escondendo nas esquinas, parando para os passageiros descer. A partir de hoje, vocês se tornam taxistas, com uma concessão dada pela Prefeitura, de forma legal. Vocês que estão aqui são profissionais, e eu conheço a história de cada um que está aqui. Assim que eu assumi a gestão mandei fazer um estudo, reuni a Câmara de Vereadores, debatemos muitas vezes em como dar essa concessão e hoje estamos aqui dando esse alvará e realizando o sonho de vocês. Façam esse momento, a missão da vida de vocês.”, expôs o prefeito.