7 de fevereiro de 2019

Em parceria com SENAC, Prefeitura entrega certificados de conclusão de cursos profissionalizantes

No total, receberam o certificado 37 alunos dos cursos de Assistente Administrativo e de Recursos Humanos.

Texto: Antônio Carlos Souto | Fotos: Wellington Alves

O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, entregou, nesta quinta-feira (07), os certificados de conclusão dos cursos de Assistente Administrativo e Recursos Humanos, das turmas do Programa Senac de Gratuidade (PSG), que oferece cursos profissionalizantes para pessoas de baixa renda.

No total, receberam o certificado 37 alunos dos cursos de Assistente Administrativo e de Recursos Humanos. A iniciativa partiu de uma parceria entre a Prefeitura de Marechal Deodoro e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Alagoas (SENAC-AL), com o objetivo de combater a carência de mão de obra e incentivar a geração de renda e emprego no município.

Durante a solenidade, o prefeito Cacau entregou os certificados, parabenizou a todos concluintes e pediu para que todos enviassem seus currículos para o Sistema Nacional de Emprego (SINE), como forma de facilitar possibilidades de emprego.

Em sua fala explicou que em toda obra e serviço que é feito dentro do município, ele pede para que as empresas contratem pessoas de Marechal Deodoro, como forma de garantir emprego e a geração de renda para as famílias deodorenses.

“Toda vez que uma obra ou uma empresa decide vir para Marechal Deodoro, eu peço para que priorizem a contratação de pessoas da terra. É assim que a gente vai gerar renda e dar mais qualidade de vida as famílias deodorenses. Quem me conhece sabe que uma das coisas que eu prezo muito em minha gestão é a geração de emprego, e para isso vocês precisam estar capacitados, assim como este curso veio agregar vocês”, afirmou.

A concluinte de Assistência Administrativa, Rafaela Sousa, tem um estabelecimento comercial no município e decidiu se capacitar para poder investir cada vez mais em seu negócio. Ela define o curso como “de qualidade” e com “professores excelentes”.

“A gente ficou sabendo pelo site da Prefeitura que iam ter esses cursos, e buscamos nos inscrever. Aí deu tudo certo e a gente começou o curso.  Em termos de aprendizagem eu não tenho o que reclamar, o curso é de qualidade, professores excelentes, que interagem com a gente; todo dia era um trabalho diferente. Realmente aprendemos muitas coisas”, garantiu.

SOBRE OS CURSOS

Os cursos do PSG destina-se a pessoas de baixa renda, em que a renda familiar mensal per capita não ultrapasse 2 salários mínimos federais, na condição de alunos matriculados ou egressos da educação básica e trabalhadores empregados ou desempregados. As pessoas que satisfizerem as duas condições – aluno e trabalhador – serão priorizadas.