5 de novembro de 2018

Feira de Ciências aborda assuntos voltados a saúde bucal nas escolas do município

O projeto se encerra nesta quinta-feira (08) e desde o mês de setembro as escolas e Unidades de Saúde estão trabalhando o assunto com os alunos

Texto: Sthefane Ferreira (estagiária) / Fotos: Wellington Alves

A Prefeitura de Marechal Deodoro, por meio da Coordenação de Saúde Bucal e pelo Programa de Saúde na Escola (PSE), está dando continuidade a I Feira de Ciências: Marechal Com Sorriso Legal, nas escolas municipais. O evento tem o intuito de que os alunos possam adquirir conhecimentos sobre os cuidados e a importância da saúde bucal.

Na manhã dessa segunda-feira (05), a Feira aconteceu na Escola Municipal Hamilton de Gouveia, que fica localizada na Massagueira. Os alunos das turmas de 2°, 3º, 4º e 5º ano realizaram apresentações sobre as duas dentições, cárie, gengivite e os alimentos que são saudáveis para os dentes. Antes da realização das apresentações, os dentistas das Unidades de Saúde visitaram as escolas, para explicar para os alunos como funciona os cuidados com a saúde bucal.

O projeto visa trabalhar com alunos com faixa etária entre 06 a 12 anos. Além disso, os alunos que mais se destacarem vão receber premiações como forma de incentivo para outras turmas. Ao final das atividades, o grupo de maior destaque de cada escola irá receber uma bonificação, e as outras equipes vão receber certificados de participação do evento.

De acordo com a coordenadora de Saúde Bucal no município, Lívia Alana, os dentistas estão realizando atividades nas escolas desde o mês de setembro. Ainda segundo ela, realizar essas atividades garante que os alunos adquiram hábitos de cuidado com a saúde bucal.

“Desde setembro iniciamos esse projeto, com isso, os dentistas das unidades de saúde visitaram os alunos para dar explicações sobre a importância de ter cuidados com a saúde bucal.  Realizar essa Feira de Ciências é uma das formas que encontramos de incentivar os estudantes a ter hábitos com a limpeza e saúde bucal”, explicou a coordenadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *