3 de setembro de 2018

IDEB: Marechal Deodoro avança e supera meta estabelecida pelo Ministério da Educação

Em 2017, o município fez 4.8 pontos nas séries iniciais, ultrapassando a meta do MEC, que era de 4.3 para este ano. Nas séries finais, Marechal Deodoro também foi destaque, saindo de 2.8 para 3.8 na avaliação

Texto: Izabelle Targino/Fotos: Hiarlley Sabino

Diagnosticar os problemas, capacitar os profissionais, investir em parcerias com projetos que auxiliam na alfabetização, uma equipe unida, dedicada e focada no processo de ensino e aprendizagem. Esta foi a receita que garantiu à Prefeitura de Marechal Deodoro melhorar a qualidade do ensino público e avançar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

O resultado da Prova Brasil foi divulgado nesta segunda-feira (03) e aponta que Marechal Deodoro avançou, chegando a superar a meta estabelecida pelo Ministério da Educação.

No ano de 2015, o município teve nota 4.0 nas séries iniciais (Fundamental I) e 2.8 nas séries finais (Fundamental II). O resultado divulgado  mostra um grande avanço no município. A pontuação nas séries iniciais subiu para 4.8 e nas séries finais 3.8. Com esta pontuação, nas séries iniciais, pela primeira vez, o município de Marechal Deodoro conseguiu superar a meta de avaliação do Ministério da Educação, que era de 4.3 para este ano e também passou a meta estabelecida para 2019, que era de 4.7 pontos.

Para o prefeito Cláudio Filho Cacau, este resultado positivo é fruto do trabalho em equipe realizado pelos servidores da Secretaria de Educação.

“Encontramos o município com a Educação em uma situação caótica. Iniciamos nosso trabalho e em um ano, mesmo com todas as dificuldades que passamos e graças a uma equipe dedicada e que nunca mediu esforços para realizar seu trabalho, conseguimos avançar. Este resultado mostra apenas o começo do nosso trabalho no município, porque fazer uma educação pública de qualidade é uma das prioridades da nossa gestão”, disse o prefeito.

Após realizar um teste diagnóstico nas turmas dos 3º, 5º e 9º ano e constatar uma grande deficiência dos alunos em língua portuguesa e matemática, a Secretaria de Educação iniciou um plano de trabalho focado em melhorar o processo de ensino e aprendizagem, e alfabetização dos alunos na idade certa.

Além dos investimentos em livros escolares de alfabetização para as turmas dos primeiros anos; materiais de correção de fluxo escolar para os alunos dos terceiros anos e material para Prova Brasil e revisão de conteúdo para os quintos anos, a Secretaria de Educação investiu maciçamente na reciclagem e qualificação dos servidores e profissionais do magistério.

Todos os professores receberam capacitações, participaram de formações e encontros pedagógicos para atualizar os conhecimentos e planejar as atividades de sala de aula. Além disso, assim como os alunos, os professores também receberam materiais que possuem métodos de aula, de avaliação, instrumentos de gerenciamento e acompanhamento pedagógico.

Além da valorização e incentivo ao trabalho dos professores em sala de aula, a Secretaria disponibilizou equipes de acompanhamento e gerenciamento nas escolas e formações especializadas para aprimorar os conhecimentos com professores especialistas em Português e Matemática nos 5º e 9º anos.

Os alunos do 3º ano passaram a ter reforço escolar e correção de fluxo. No 5º ano, foi realizada revisão de Língua Portuguesa e Matemática com foco no reforço escolar e recuperação dos conteúdos. Já os alunos do 9º ano participaram do Projeto Preparando para o Futuro, com aulas aos sábados de Português e Matemática, além de realizarem simulados organizados nas escolas.

Ainda de acordo com o resultado das avaliações, quatro escolas tiveram destaque.  As Escolas Municipais Governador Luís Cavalcante e Professora Lucas ficaram com a primeira colocação, com pontuações de 5.4; a Escola Municipal José Bispo ficou em segundo lugar, com nota 5.3; e a Escola Edival Lemos foi avaliada com 5.1. Das Escolas municipais que atingiram a meta para 2017, o percentual passou de 53% pra 80% da meta projetada pelo Inep.

De acordo com a secretária de Educação de Marechal Deodoro, Amanda Alves, os resultados são frutos de um esforço conjunto da Secretaria e dos professores em sala de aula.

“Marechal Deodoro tem um dos melhores quadros de profissionais do magistério do Estado. Com o apoio do prefeito Cacau, nós investimos em materiais, em capacitações para os servidores e tudo com foco no aluno. Pela primeira vez, Marechal Deodoro conseguiu superar a meta estabelecida pelo Ministério para o ano de avaliação do IDEB. Uma conquista para nossos alunos e para a educação pública de Marechal Deodoro”, disse a secretária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *